sexta-feira, 10 de abril de 2015

A Primeira cortina

Até esta data minha sala de estar seguia ao sabor da luz do dia, sem cortinas.

Mudamos para o atual apartamento a um tempinho (cof, cof), providenciei as cortinas do quarto de Mi quase que imediatamente, e a da sala, o tempo foi passando, passando, e, ...
Chegou hoje, o dia que consegui termina-las.
cortina

Sim, sim, sim.
Com muita alegria, e aquele delicioso sentimento de dever cumprido.

Pode parecer fácil, mas entre todos as ocupações domésticas, os cuidados com a pequena e os compromissos de "mãetorista", com atividades extras somando-se ao horário de escola, não fica tão simples assim.
Contudo entre uma ida e vinda, e outros afazeres, ela nasceu.
só para mostrar o forro sem franzido

dicas para cortina


dicas para cortina

dicas para cortina

Durante o processo muitas dúvidas surgiram, então listei abaixo minhas descobertas, para lhe ajudar, na hipótese de resolver fazer a sua você mesma:

1- A era dos blackouts parecendo plástico acabou.
Hoje temos muitas opções em tecidos grossos, e com grande variedade de cores.

2- Em lojas especializadas você encontra tecidos apropriados com largura de 3 m, em média, o que facilita a produção - menos emendas, menos costuras, menos trabalho.

3- Meça sua porta ou janela e calcule uma sobra de tecido de 30 cm, no mínimo, para cada lado.

4- A cortina arrastando no chão alguns centímetros ficará mais bonita, e vedará melhor a luz.

5- Se não gostar da opção dos blackouts, e que também são mais caros, o Oxford, ou o cetim podem substituir bem.

5- O tecido para o forro não precisa ter muita sobra, pois por cima ficará o tecido principal ( no caso de colocá-los em trilhos ou varões separados)

6- Para a cortina principal calcule o dobro da largura, incluindo a sobra de 30 cm (a do quarto de Mi a costureira solicitou tecido equivalente a 3 vezes a medida do espaço, e achei que ficou exageradamente franzida).
Para calcular a altura da cortina pense na sobra para a bainha e também o tecido necessário para aplicar ilhoses, ou o "rolozinho" para encaixar o varão.
dicas para cortina

7- Para locais com rebaixamento de gesso o ideal é a cortina com trilho suíço.

8- Mas eu sou do contra e coloquei varão duplo, um para a cortina e outro para o forro.
Entretanto, não coloquei os ilhoses, porque eles ficariam escondidos.
Assim poupei o trabalho de os aplicar ao tecido, e economizei um tantinho.
E neste caso, optei pelo varão mais fino, pelo espaço restrito.
suporte duplo ao centro da cortina, preso ao teto

9- Os varões são vendidos em tamanhos padrões (1,5 - 2,0 - 3,0 m), e algumas lojas cortam e deixam no tamanho desejado.

10- Prefira os inteiros, os com emendas no meio, tendem a envergar, e podem desencaixar com o peso da cortina.

11- Se o varão for muito cumprido, devido a largura da porta ou janela, será necessário além dos suportes nos cantos, um no meio, para impedir que o varão ceda.

12- Os suportes podem ser fixados nas laterais da parede, ou presos ao teto.

13- Prefira tecidos neutros e discretos, assim fica mais fácil combina-los com a decoração do ambiente.

14- Não se intimide com as medidas do tecido. Tente, vai dar certo.
A minha ficou linda ehhhh

sábado, 28 de março de 2015

Decoração para Páscoa 2015

Só quando comecei a escrever este post percebi que há mais de um mês não aparecia por aqui.

Cantinho querido de minhas terapêuticas arteirices, que abriu espaço para algumas ocupações necessárias.
Viagem de férias, lugar lindo e apaixonante - Gramado.
Mas como nossas conversas giram em torno dos mimos do dia a dia,  estes momentos ficam de fora dos nossos "bate papos".

Também não contei sobre nossa nova rotina, com a Mi iniciando cursinho de inglês, e retornando para as aulas de natação.
Resultando nestas semanas de adaptação a horários apertados, e consequentemente menos tempo para nossas coisinhas fofas.

Tentando terminar a cortina da sala, bordar toalhinhas de boca para a pequena, e, parei tudo!!!!
...
Porque a páscoa está chegando e não poderia deixar nossa casa sem o toque de magia, que alimenta a imaginação das nossas crianças.

Como sempre, utilizei itens que possuía, e produtos recicláveis:
  • vasinho de patê virou castiçal, com palitos de picolé, e fita para arrematar,
  • velas que integraram a decoração de natal,
  • peneira de palha, utilizada pela Yasmin, na apresentação da festinha de São João de 2012, da escolinha
  • cestinhos de vime
  • e tecidos estampados, que utilizo em encadernação (e terminada a páscoa eles estarão inteirinhos)




















Uma Páscoa abençoada e doce!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Fantasia de baiana

Neste carnaval estávamos meio sem ideia para o que fazer de fantasia para Yasmin, estávamos porque sempre pergunto para a foliã mirim o que prefere.

E a ideia de costurar uma roupinha de baiana nasceu com pulseiras e colares.
Explico.
A pequena ganhou de presente das nossas amigas Thais e Fabiana pulseirinhas feitas de missangas pela própria Thais. A Mi gostou tanto da ideia que comprei fio de silicone e as tais missangas para que se divertisse com a produção durante o período de férias.

E achamos que seriam os complementos ideais para uma fantasia de baianinha.

Ela resistiu um pouco por achar que teria de usar um cesto de frutas na cabeça. rs
Mas adorou a opção de uma faixa branca, e sugeriu que incrementasse com uma fita decorada de florzinhas aplicadas, que eu já tinha em casa disponível.

Para a fantasia utilizei:
1 metro de tecido tricoline branco de algodão
6 metros de bico
2 metros de renda amarela com aproximadamente 3 cm de largura.
60 cm de elástico de aproximadamente 2 cm

Inicialmente pensei em fazer a saia de babados e completar a indumentária com uma blusinha branca de malha, mas não gostei do resultado, e então resolvi completar o traje com uma blusinha super fresquinha e fácil de produzir, afinal mamãe ainda está aprendendo a arte da costura.


Cós com 7 cm, babados com 12, 24 e 36 cm
aproveitando toda a largura do tecido de 1,5 m


bainha fininha em cada babado


Bico aplicado sobre as bainhas


Colares e pulseiras feitos pela própria baiana


Faixa de malha branca com detalhe de fita decorada


Você pode escolher a renda da cor que preferir
rosa, azul bebê, salmão, verde água

Fantasia de baina infantil para o carnaval

Fantasia de baina infantil para o carnaval

Fantasia de baina infantil para o carnaval

Fantasia de baina infantil para o carnaval
Enfie  a renda na abertura superior da blusa com o auxílio de um misse ou equivalente

Fantasia de baina infantil para o carnaval

Fantasia de baina infantil para o carnaval


Fantasia de baina infantil para o carnaval
1-Costure com ponto reto unindo os 3 retalhos do tecido
2-Costure o cós
3-Feixe as laterais da saia deixando uma pequena abertura no cós
4-Coloque o elástico (largura da cintura)
5-Costure a abertura do cós 

Fantasia de baina infantil para o carnaval
 
 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Convite e toppers para a festinha com o Scoob-Doo

Na semana passada recebi um e-mail da Aline pedindo um orçamento de caderno de mensagens para a festinha de seu pequeno.

Expliquei a mamãe que não estamos mais produzindo comercialmente os albinhos e caderninhos para registrar o carinho dos convidados durante as festinhas infantis.

Mas achei muito legal o tema escolhido, atendendo a preferência do aniversariante, e que  me fez  recordar do meu tempo de infância - o desenho animado do Scoob-Doo.
Eu e minhas irmãs adorávamos a Velma e sua turma.

E como não está entre os temas mais fáceis de organizar, por ser menos comum hoje em dia, e por conseguinte, ter poucas opções e ideias no mercado, pensei em colaborar de alguma forma.

Não cheguei a perguntar a idade do filhote da Aline e em que etapa estavam os preparativos, mas fica a dica para as mamães com fãs mirins do Scoob-Doo.

Assim fiz um modelo de convite, que acredito sirva tanto para os mais pequenos, quanto para os maiorzinhos.
Minha filha tem 6 anos e ainda adora pintar, então acredito, que pode servir até esta faixa etária. Talvez até um pouco mais, não saberia dizer com absoluta certeza.
Alguém aí que tenha filhos com mais de 6 anos o que acha?

Convite tema Scoob-doo

Imprimi a arte em papel branco de 180 de gramatura, em impressora a jato de tinta, tendo o cuidado de configurar a impressão para papel especial, que assim terá melhor qualidade.
Ficou com 14 x 21 cm, tanto a arte da capa quanto a que vai dentro do cartão, e que é em preto e branco, para a criançada colorir.


convite tema scoobdoo

Utilizei papel Canson Vivaldi roxo, e recortei-o com as medidas de 25 x 38 cm
Dobrei-o ao meio, e após ele ficou com 25 x 19 cm
Para facilitar pode comprar o papel no tamanho A4 e dobra-lo ao meio, assim eles ficarão com 14 x 21 cm aproximadamente, e imprima a arte um pouco menor, deixando o papel roxo aparecer nas bordas.

Recortei os designs impressos e colei-os de forma centralizada na capa e dentro do cartão.

Contornei com fio de algodão grosso e matizado, imitando uma moldura, a arte colada na capa.

PAP convite tema scoobdoo

PAP convite tema scoobdoo

PAP convite tema scoobdoo

PAP convite tema scoobdoo


E para finalizar fechei o convite com uma fita de cetim e organza decorada, e um giz de cera.


PAP convite tema scoobdoo


PAP convite tema scoobdoo

 
 
Outro item que confere um charme a mais nas mesas decoradas de festinhas infantis são os toppers. Coloco-os nos cupcakes, e também podem ser aproveitados para decorar os docinhos.
 
A arte imprimo em papel fotográfico adesivado, porque ele é praticamente impermeável, e a qualidade fica muito melhor.
Comprei estes papeis no Mercado Livre, um pacote com 50 folhas, assim sai mais barato, e como sempre estou precisando deles para alguma invencionice... Recorto-os com 4 cm.
E também em papel de 180 gr, com 5 cm, e em cor mais forte, neste caso usaria o roxo, para servir de fundo e ao mesmo tempo de contorno, com o mexedor de café ao meio como haste.
 

No último aniversário da Mi cortei o fundo de 5 cm em papel liso azul claro e coloquei os amiguinhos da Peppa em papel fotográfico adesivado.